Alcance Editores apetrecha biblioteca da Escola Secundária de Namaacha

No âmbito do projecto de responsabilidade social, a Alcance Editores ofereceu na semana >>

No âmbito do projecto de responsabilidade social, a Alcance Editores ofereceu na semana passada trezentos livros diversos à Escola Secundária da Namaacha, na província de Maputo, como forma de apetrechar a biblioteca escolar.

Com esta iniciativa pretende-se incentivar e promover a leitura e aprendizagem naquele estabelecimento público de ensino e contribuir para a formação de futuros quadros do País. Sabe-se que o Governo de Moçambique tem se desdobrado para melhorar a crise do fraco gosto pela leitura na população estudantil.

A cerimónia de entrega dos livros didácticos-científicos, literários e de ficção, foi marcada pela presença de alunos, administradora do distrito da Namaacha, Suzete Dança e pelo Director da Escola Secundária da Namaacha, Raimundo Cuava, que agradeceu a oferta e afirmou que “a mesma é bem vinda na Escola Secundaria da Namaacha. E será útil para a instituição que dirige, bem como para as demais unidades escolares circunvizinhas”.

Cuava exortou aos alunos a conservar e a aproveitar muito bem os livros oferecidos para que estes possam servir a mais pessoas sobretudo aos outros alunos que por ali vão passar de modo que possam desenvolver as suas habilidades de leitura e escrita.

Afinal, um livro só tem valor quando lido e não arrumado numa prateleira da biblioteca”, disse Raimundo Cuava, garantindo que a sua instituição tudo fará para conservar aqueles materiais didácticos.

Na ocasião, o representante da Alcance Editores, Sérgio Pereira, apelou aos alunos para conservarem os livros para outras gerações vindoras. “Que tirem o máximo proveito do material disponibilizado, sabemos que não é muito. Mas tentamos minimizar. Volto a apelar meninos, não só ler e cultivar, como devem também fazer de tudo para cuidar da melhor forma estes livros de modo que outros alunos apossam desfrutar dele, aflorou.

Fonte:Jornal Magazine, 8 de Março de 2016.Pág.29