Atraso na progressão inquieta professores

O ATRASO nas nomeações, mudança e progressão na carreira bem como o não pagamento de horas extras preocupam os professores>>

A inquietação foi manifestada terça-feira pela organização Nacional dos Professores (ONP) na capital, durante a sudação ao governo da cidade de Maputo por ocasião dos 35 anos desta agremiação, que se assinalam hoje, data em que se celebra o Dia Nacional do Professor.
O representante da ONP na cidade de Maputo, Charles jamisse, afirmou que a morosidade na realização destes actos administrativos resulta de má-fé de alguns funcionários de instituições do Estado, devolverem á proveniência processos de nomeação e de mudança de categoria.
Os Professores afirmaram estar apreensivos com as informações que dão conta da supressão do pagamento de horas extras nos próximos meses, uma medida decretada pelo sector da Educação.
ʻʻO professor não faz horas extras por capricho, mas sim em resposta a uma solicitação face á falta de professores. Gostaríamos de ver este assunto a ser tratado com moderação e com algum cuidado, pois pode
Afectar não só a vida do professor, mas também o próprio rendimento escolar dos estudantesʺ, alertou Jamisse.
No que concerne à mudança de carreia, dos 832 funcionários da educação apurados, apenas 232 viram os seus salários incluídos no orçamento. Diante deste inquietante cenário, os professores pedem celeridade na tramitação dos seus processos. A governadora da cidade de Maputo, Iolanda cintura, na auscultação aos membros da ONP, explicou que é do interesse do executivo o constante melhoramento das condições de trabalho e de vida dos professores.
‘‘O nosso governo tudo fará para que, dentro das condições e possibilidades existente, se possa ir resolvendo, paulatinamente os problemas como a mudança de carreira, pagamentos atempados das horas extras, habitação e demais necessidades que afligem os professores”, disse.
No âmbito da Semana do Professor, iniciada a 5 de Outubro, foram realizadas palestras em vários estabelecimentos sobre os perigos do consumo do álcool e da violência nas escolas.
O Dia Nacional dos professores que se assinala hoje, será marcado pela apresentação de uma comunicação aos docentes da capital, na Escola Secundária Noroeste 1, antecedida de deposição de uma coroa de flores na praça dos heróis Moçambicanos.