QUINTAS E SÉTIMAS CLASSES EM MAPUTO

DIRECTORES das escolas primárias Completas da cidade de Maputo classificam de ordeiro o ambiente que caracterizou>>

Exames arrancam sem sobressaltos
DIRECTORES das escolas primárias Completas da cidade de Maputo classificam de ordeiro o ambiente que caracterizou o arranque, ontem, finais da quinta e sétimas classes.
De acordo com aqueles responsáveis abordados pelo “Noticias” a propósito da avaliação geral, todos os candidatos apresentaram-se a tempo nas respectivas salas.
Segundo Adriana Pascoal, directora da Escola Primaria Completa 16 de Junho, os exames arrancaram sem sobressaltos naquele estabelecimento e todos os inscritos, num total de 88 candidatos para o exame da quinta classe, entraram nas salas atempadamente.
A fonte considera que o exame da língua portuguesa foi extremamente difícil e o tempo relativamente reduzido, mas como os alunos foram bem preparados ao longo do ano espera resultados positivos.
“Não tivemos nenhum problema na nossa escola. Os alunos chegaram a tempo e não houve nenhuma tentativa de fraude.
Notamos que o exame de Português foi extremamente difícil e o tempo de realização da prova reduzido”, referiu Pascoal.
Na Escola Primaria Completa 3 de Fevereiro, o arranque foi pacífico, lamentando, no entanto, pelo facto de não se terem apresentado à sala de exames dois alunos. Segundo Matilde Chilundo, directora deste estabelecimento de ensino, foram inscritos para os exames da quinta classe 106 alunos.
Relativamente aos conteúdos das provas de Português e de Ciências Naturais realizadas ontem, aquela dirigente afirmou que estão dentro das capacidades dos alunos da 5.ᵃ classe, pelo que espera melhores resultados.
“Toda a matéria avaliada foi devidamente leccionada ao longo do ano, por não vi nenhuma pergunta que pudesse criar embaraços às nossas crianças. Elas estão devidamente preparadas e esperamos ter bons resultados”, previu.
Entretanto, os exames do Sistema Nacional de Educação iniciaram este mês em todo o país, onde um efectivo de três milhões de candidatos vai prestar as provas até ao próximo mês de Dezembro. Deste universo, 418.964 são da 7.ᵃ classe e 225.079 da 5.ᵃ classe. O processo arrancou com os exames da 2.ᵃ classe, para os quais foram inscritos a maioria dos examinados que é de 1.162.836 alunos, que prestaram as provas das disciplinas de Português e Matemática. Um total de 356.622 alfabetizandos prestou, igualmente, provas em todo o país.
Já no dia 2 de Dezembro começam as avaliações finais da 10.ᵃ e 12ᵃ classes. Para os exames da 10.ᵃ estão registados 261.901 alunos, enquanto para a 12ᵃ estão previstos 101.628 examinados.
Fonte:Jornal Noticias, 26 de Novembro de 2015.Pág.3